Você Crê?

“Eu cri, ainda que tenha dito: Estou muito aflito”. (Salmo 116.10)

Crer é o maior princípio para se entrar no Reino dos Céus.

Quando declaramos o que cremos como o salmista, “Eu cri” estamos fazendo uma confissão. A confissão traz a existência coisas que não existem (Romanos 4.17), como se já existissem.

A boca declara o que está cheio o coração e do coração procedem às fontes da vida.

De acordo com a palavra de Deus, todas as promessas são nossas por direito. As promessas são o “pão nosso de cada dia” que nos sustenta.

Faça uma lista de confissões e afirmações que podem ser sustentadas pela palavra de Deus. Coisas que você irá declarar em voz alta (a fé vem pelo ouvir) sobre a sua vida, sua família, as suas circunstâncias e seu futuro. Compartilho algumas:

“Deus não me deu espírito de covardia, mas de poder, amor e moderação”. (2 Timóteo 1.7)

“Nenhuma arma forjada contra mim prosperará, mas toda língua que se levantar contra mim eu a refutarei”. (Isaías 54.17)

“Tudo eu posso no Senhor que me fortalece”. (Filipenses 4.13).

“Eu e a minha casa serviremos ao Senhor”. (Josué 24.15).

“Mil caem ao meu lado dez mil a minha direita, mas não serei atingido”. (Salmo 91.7). 

“E o meu Deus segundo a riqueza da sua Glória suprirá todas as minhas necessidades em Cristo Jesus”. (Filipenses 4.19).

Esta é a vitória que vence o mundo: A nossa fé.

Você crê?

 Texto: Mônica Vicente.