Vida de Migalhas

Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará. (Salmos 1.3)

A palavra de Deus nos ensina que quando estivermos junto ao Pai, seremos como uma árvore plantada a beira das águas, sendo assim sempre teremos frutos de: paz, força, alegria e suprimento.

Ainda que a seca tente nos derrubar, nos não somos atingindo, pois estamos plantados à beira das águas, lugar onde seca não pode chegar.

Então porque muitas vezes nos encontramos diferente desta passagem, encontramos paralisados, sem crescimento, sem fruto, num inverno continuo, sem mudança.

Pois como diz a passagem Bíblica e a música, para progredimos ou termos frutos nos temos que estar ligado ao Pai.

Estar ligado ao pai se enchendo do Espírito, significa estar orando, meditando, praticando e principalmente se doando para o Reino, ajudando as pessoas. Quando só procuramos para nós mesmos nós não conseguimos progredir e dar frutos. Com ensina as escrituras em:

Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. (Lucas 06.38)

Então, Com a medida que damos em ajudar o próximo e expandir o Reino é a que recebemos, pois só recebemos com o propósito de dar para outras vidas, este é o ciclo continuo do modelo do Reino.

Quando paramos ciclo de Buscar o Reino de Deus em primeiro lugar, para buscar só nossos interesses, orando só para nós, não tendo tampo para nunguém além de nossa individualidade, se tornamos como o Mar morto. Que é morto porque só recebe água, não dá, transformando-se mum depósito parado, que concentra sal, não permite a vida.

Está calcificada pela individualidade, e por isso a vida se torna de migalhas.

Declare Então: “Senhor não quero viver uma vida de individualidade, uma vida só para mim, peço que  me ajude viver uma vida para Ti, uma vida para ajudar o próximo, para orar pelas vidas, me esforçando em trazer o Seu Reino. Entender assim que o resto da minha vida você toma conta, você supri, em nome de Jesus, amém.

Texto: Lucas Vicente