Sede?

O Consumo desfreando e frenético caminha sem sentido e fim, a cada dia mais somos levados por propagandas e suas novas bugigangas anunciadas, prestam seu serviço e sua imagem de valor. Que podem segundo estes,  fazer um mero mortal ser  notado   no meio da multidão, até ser chamado para ingressar os mármores do Olímpio* .

As Ilusões dos seus valores não distanciam um passado ainda presente, de viver uma vida por meios de símbolos, que achamos que podem nos trazer notoriedade e mais, que podem aliviar nossa sede. Mas apenas nos fecha num circulo continuo e inesgotável de buscas e buscas.

Este passado é descrito pela samaritana, que procurava nos símbolos de um casamento, um relacionamento que gerasse a  estabilidade a continuidade e felicidade. Pois o casamento para uma mulher judia do primeiro século representa, possibilidade de ser mantida e dar continuidade com uma família, e assim ser feliz.

Contudo a estabilidade e continuidade não foram suficientes para acabar com sua sede, como hoje também não é. Por isso as pessoas estão desesperadas por produtos, filmes, jogos e entretenimento. Momentos de prazer que passam como a névoa.

Contudo Jesus nos deu um novo caminho, uma nova maneira de viver, sem estar preso a este círculo, Ele disse:

“Quem beber desta água tornará a ter sede; aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna”. (João 4.13-14).

Sendo assim quem crer em Cristo, sua nova vida não estará presa na materialidade, e sim em seu espirito, que em nós faz brotar diariamente: paz, esperança, alegria, vida e amor. E principalmente o sentido para vivermos e mudarmos nosso horizonte.

Nossa vida sai da necessidade do ter para ser, no sentido de representação de poder ou de status, para agora ser uma ferramenta para mudança de muitos.  Para então não corrermos perdidos em nossos frenéticos desejos e produtos, mas em seu amor e no amar aos outros.

Ore: “Senhor, te peço perdão, pois estive por essa vida procurando sentido nas coisas. Eu desejo beber da Tua água Senhor, pois assim nunca mais terei sede. O Senhor é tudo que eu procuro e desejo, porque em Ti encontro tudo que preciso, oro em nome de Jesus, Amém”.

Textos: Lucas Vicente.

*Olímpio área reservada para os deuses na mitologia grega.