Sagrado

“Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá”. (Efésios 5.14-15)

Com uma cantiga o Senhor nos acorda para vivermos no Seu caminho, para não mais seguirmos os nossos próprios passos. Nos acorda deste sonho da modernidade, do consumo, do individualismo, do desejo continuo e desenfreado.

Desejo que nos faz esquecer de quem somos.

Apenas um sonho profundo, do ter, querer e ser. Um caminhar irrefutável e continuo, uma produção em massa do capitalismo.

Um objeto que segue a esteira produtiva da vida, seguindo as normas e padrões deste mundo, esquecendo que outrora era sagrado, iluminado e vivo. Tornando a mais densa treva em uma possibilidade da sociedade moderna.

E assim esquecendo do que ERA, do que É, e do que vai SER. Pois está mais centrada no seu próprio prazer do que viver segundo o bem estar coletivo.

Por isso Paulo nos chama, a ACORDAR, esclarecidos por Deus, a nos lembrar de quem somos, e para onde vamos. Acordamos para o sagrado, o continuo e verdadeiro caminho a seguir.

O Caminho, este constituído pelo amor, pela família e pelo bem do próximo. Endireitando as verdadeiras prioridades da vida.

Ore: “Senhor DESPERTE minha mente para sua vontade, para que eu não viva segundo os meus próprios desejos. E assim guia-me todos os dias pelo seu caminho. Em nome de Jesus, Amém”.

Texto: Lucas Vicente