Reino Dos Céus

“Outra parábola lhes propôs, dizendo: O reino dos céus é semelhante a um grão de mostarda, que um homem tomou e plantou no seu campo. O qual é, na verdade, a menor de todas as sementes, e, crescida, é maior do que as hortaliças, e se faz árvore, de modo que as aves do céu vêm aninhar-se nos seus ramos”. (Mateus 13.31 e 32).

Jesus veio para estabelecer o Reino dos Céus na Terra e não uma religião.

Mas o que é o Reino dos Céus?

Jesus nunca apresentou uma definição clara do reino, em vez disso contou por meio de uma série de histórias de aspectos cotidianos: como da lavoura, da pesca, de mulheres assando pão, de comerciantes comprando pérola.

Pense na semente da mostarda, tão miúda que pode cair ao chão e ser invisível aos olhos humanos, pois na realidade Jesus mesmo menciona que é a menor das sementes.

Dado o tempo, entretanto, a semente pode brotar e se transforma num arbusto maior que todas as outras plantas da horta, arbusto tão grande e tão verdejante, que as aves vêm e se aninham em seus galhos.

O homem não tem em si mesmo a força para viver como Deus ordena. Mas o Espírito Santo quando passa a habitar no coração traz uma nova vida em Cristo Jesus. Vida que traz a paz, alegria, amor e reconciliação. São as boas novas que dão forma ao Reino.

De modo que ao nosso redor começa a se aninhar outras pessoas, trazendo sombra para os doentes, para os pobres, encarcerados e abatidos.

Fazemos parte deste Reino e Jesus conta conosco para espalharmos a mais preciosa semente:

A da vida eterna.

 Ore: Senhor Jesus eu quero ser usado por Ti para pregar boas-novas de salvação, a libertar os cativos, a curar os enfermos, a consolar todos os que choram e anunciar o Teu Reino Eterno. Eis-me aqui Senhor usa-me a mim. Oro no nome de Jesus.

Texto: Mônica Vicente