Príncipe Do Egito

“Foi-se um homem da casa de Levi e casou com uma descendente de Levi. E a mulher concebeu e deu à luz um filho; e, vendo que era formoso, escondeu-o por três meses. Não podendo, porém, escondê-lo por mais tempo, tomou um cesto de junco, calafetou-o com betume e piche e, pondo nele o menino, largou-o no carriçal à beira do rio. A irmã do menino ficou de longe, para observar o que lhe haveria de suceder. Desceu a filha de Faraó para se banhar no rio, e as suas donzelas passeavam pela beira do rio; vendo ela o cesto no carriçal, enviou a sua criada e o tomou. Abrindo-o, viu a criança; e eis que o menino chorava. Teve compaixão dele e disse: Este é menino dos hebreus. Então, disse sua irmã à filha de Faraó: Queres que eu vá chamar uma das hebreias que sirva de ama e te crie a criança? Respondeu-lhe a filha de Faraó: Vai. Saiu, pois, a moça e chamou a mãe do menino. Então, lhe disse a filha de Faraó: Leva este menino e cria-mo; pagar-te-ei o teu salário. A mulher tomou o menino e o criou. Esta lhe chamou Moisés e disse: Porque das águas o tirei”. (Êxodo 2.1-10).

Milagres são feitos extraordinários de Deus, para seus filhos. A história de Moisés relata como uma mãe, acreditou que só um milagre poderia salvar seu filho das mãos de Faraó.

A confiança a levou a agir pela fé, de colocar a criança em um cesto no rio.

 Algo Inacreditável aos olhos humanos.

Entretanto quando entregamos nossa causa nas mãos de Deus, confiamos que Ele irá nos dirigir sempre para o possível.

E além de salvar seu filho, a mãe ainda pode criá-lo, amamentá-lo e ainda recebeu recursos para isso.

Por isso hoje faça sua oração e entregue sua causa a Deus, confiando que a sua mão poderosa irá conduzi-lo a vitória.

 Texto: Mônica Vicente.