Preparando o coração para o Natal – Parte 1

Lucas 1.17: “17 E irá adiante do Senhor, no espírito e no poder de Elias, para fazer voltar o coração dos pais a seus filhos e os desobedientes à sabedoria dos justos, para deixar um povo preparado para o Senhor.”

 

Todos os anos, a maior festa cristã celebrada no mundo é o Natal. Por mais que o comércio e o papai Noel tentem roubar a cena do Natal, o centro do Natal é o nascimento de Jesus.

 

Infelizmente, muitos cristãos, não comemoram essa data por ignorância, por duas razões principais: porque Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro, e porque foi a Igreja Romana que instituiu a celebração do Natal.

 

E assim, perdem uma imensa oportunidade de Evangelizar com as Boas Novas do Evangelho do Reino, nesse momento em que todos celebram o nascimento de Jesus.

 

Mas, todos os anos temos os momentos que antecedem ao Natal, que são celebrados por muitas igrejas cristãs, como uma preparação para recontar a história do nascimento de Jesus, chamado de Advento, que são os quatro domingos que antecedem o Natal.

 

Vamos fazer duas mensagens para preparar nossos corações para recontar a história do nascimento, e daquilo que precisamos para deixar nossa fé viva e consequentemente, Jesus vivo em nossos corações.

 

Ante de ser predito o nascimento de Jesus, como Dele iniciar o seu ministério, seu primo João Batista, veio para preparar o Seu caminho. E dessa forma, na vida e no ministério de João podemos observar algo essencial para que possamos ter uma fé válida em Jesus.

 

João Batista, desde que o anjo do SENHOR apareceu para seu pai Zacarias, fora predito o propósito da vida de João, que através da unção do Espírito Santo em sua vida, e de uma vida de consagração a Deus, o SENHOR, faria que o coração do povo de Israel se voltasse novamente para Deus (Lucas 1.11-17).

 

Temos que lembrar, que João foi um profeta que apareceu depois de 400 anos de silencio dos mesmos, desde Malaquias (Lucas 1.68-79), e que não apareceu por força humana da religião corrente (judaísmo em suas muitas manifestações oficiais: saduceus, fariseus, mestres da lei, herodianos), mas no deserto da Judeia.

 

As multidões foram até João, sedentas por algo novo, não por uma religião, mas anseio por Deus e seu Reino. Dessa forma, João ensinou para povo, que o perdão de pecados não bastava ser um sacrifício religioso do Templo, ou, até mesmo se banhar nas águas com ele.

 

As multidões desesperadas pediam um ensino de João sobre o que deveriam fazer, e João disse, que depois de confessar seus pecados e passarem pelo batismo de arrependimento, deveriam unir a fé com a vida. Não bastava na vida social viverem de forma errada desagradando a Deus e fazendo o mal contra o próximo, mas deveriam ter ações de mudança, das quais honrassem o perdão de Deus que receberam.

 

Portanto, nessa preparação do nosso coração para celebrarmos o nascimento de Jesus, temos que ter um coração arrependido, mascado por uma vida consagrada para Deus na igreja e fora dela, para trazer o Reino de Deus e sua justiça, e que irá validar uma fé em Jesus como Cristo, SENHOR, Rei e Deus.

 

Oração: Pai, em nome de Jesus, queremos consagrar nossa vida a Ti, com arrependimento, com a mudança no pensar e agir, para em todo tempo viver para fazer a Sua vontade, e poder também testemunhar do nascimento de Jesus à cerca de 2000 anos, mas também dentro do nosso coração. Amém!

 

Texto: Thiago Vicente*

 

*Thiago Vicente (Instagram: @thigvi) é o idealizador e fundador do MENSAGEM DIÁRIA, Pastor, Reverendo, Teólogo, Professor de Educação Física, Personal Trainer, Especialista em Fisiologia do Exercício, Mestre com “aprovação com louvor” na área de Bíblia, Doutorando na mesma área, plantador de igrejas, casado há 12 anos e tem duas filhas.