Porque Não Faço o Bem Que Quero?

“Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço”. (Romanos 7.19”).

O bem que não quero persegue meus passos, esta descrição de Paulo tem se referido a prática do homem em vencer o pecado. Já que o homem na lei não poderia vencer o pecado, porque já esta inerente a sua carne, pelo pecado de Adão. Como descrê a música do Oficina:


“Por que num momento eu amo e depois
Simplesmente não, eu não quero mais?
Por que que com uma das minhas mãos eu dou
E com a outra mão eu quero tirar?”

Mas em Cristo, nasceu a graça, Deus nos deu o Espirito Santo para escrever os mandamentos em nossa mente, e não mais pendermos para carne”

Então porque muitas vezes continuamos no erro? Porque muitas vezes deixamos renascer o velho homem, quando paramos de orar e meditar na palavra de Deus. Então nossa alma pende para carne, agimos segundo sua vontade .

Contundo quando orarmos, vigiamos e meditamos, nos nossos passos acompanham o poder do espirito, que capacita as nossas fraquezas para ser força, que nos consola no momento da tristeza e guia para caminho certos.

Portanto entendemos que somente pelo o Espirito de Deus possamos mudar nossos passos para o bem, quando se chegamos a Deus, em oração e meditação da palavra.

Ore: “Senhor Jesus, me capacita nascer todos os dias do Espírito, que me faz vencer os meus erros, caminhar em verdade, no fazer bem nessa Terra. Em nome de Jesus, amém.”

Texto: Lucas Vicente