Natural Do Sobrenatural

“E o barco estava já no meio do mar, açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário; Mas, à quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus para eles, andando por cima do mar. E os discípulos, vendo-o andando sobre o mar, assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram com medo. Jesus, porém, lhes falou logo, dizendo: Tende bom ânimo, sou eu, não temais. E respondeu-lhe Pedro, e disse: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas. E ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me!” (Mateus 14.24-30 – ACF)

Vem!, disse Cristo na passagem bíblica, no barco estavam os doze discípulos, qualquer um deles poderiam responde-lo, pulando do barco e andando sobre as águas. Mas somente Pedro tomou esta palavra para si e seguiu em direção a Cristo.

Por que somente ele?

Por que somente ele estava disposto a deixar de lado as crendices da época, de que haviam fantasmas que apareciam na madruga,  e também deixar de lado os fenômenos naturais que lembravam de sua materialidade, e principalmente de sua razão e de seu entendimento que dizia ser impossível andar sobre as águas.

Portanto para vivermos a revelação e o sobrenatural de Cristo é necessário despirmos do que somos, do que pensamos e do que entendemos para crer que Deus está acima de tudo e de todas as coisas. Pedro por alguns instantes conseguiu, mas logo a realidade material o lembrou do vento, das águas e da irracionalidade do seu ato e então começou afundar.

Por isso a palavra de Deus em Deuteronômio, nos ensina, que para vivermos estas verdades acima de todas as coisas é necessário meditar nela dia e noite, falar em seu caminho diário, ensinar ela aos seus filhos, colocar de fronte em seu quarto e próximo aos seus olhos, para que ela possa ser mais real que a realidade que lhe cerca.

Naquele instante o chamado de Cristo foi mais real a Pedro, este chamado não é só para aquele determinado instante do passado, mas para todos os que creem, ou seja Cristo chama todos a viver a Sua palavra e assim transformar o sobrenatural em uma prática cotidiana e natural do dia-a-dia. Pois agora não somos mais deste mundo, mas embaixadores do reino, como tal vivemos agora segundo sua cultura e lei.

Ore: “Senhor, me ajude a viver segundo a cultura do seu reino e desfazer de toda materialidade, para que eu possa viver o natural de Deus todos os dias na minha vida, em nome de Jesus, amém”.

Texto: Lucas Vicente.

*ACF – Almeida Corrigida e Revisada Fiel.