Merecedores Da Graça

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso! E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês”. (Mateus 5.42-48 – NVI*)

Como é bonito e fácil, dizer que amamos e  confirmar as palavras de Jesus com nossos lábios. Mas será que é dessa forma que agimos mesmo?

Amamos com atitudes e ações os nossos “inimigos e nossos perseguidores”? Ou só por que fomos tocados pela Graça de Deus, acabamos por nos achar Merecedores deste favor e Desmerecemos aqueles que ainda não foram tocados por ela…Nos tornamos como os fariseus da época de Jesus, que pelos seus rituais ou pela sua genealogia se achavam no direito de amar somente os seus “escolhidos” e desprezavam os “não eleitos”…

A Graça alcançou a todos com o derramar do sangue precioso de Jesus em favor do pecado de Toda Humanidade!

Quem deve merecer ou não esta Graça? Muitas vezes respondemos esta pergunta, com nossa vida de “Santidade” elegendo quem achamos que pode recebê-la, mas na verdade esta pergunta foi respondida há mais de dois mil anos atrás…“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16 – NVI*)

Texto: Vivian C.Thomazinho Vicente

*Tradução: Nova Versão Internacional