Infinitamente Mais

“Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia discursa a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há linguagem, nem há palavras, e deles não se ouve nenhum som; no entanto, por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo”. (Salmo 19.1-4, RA)

A grandeza de Deus é insondável e não é possível mesurar o Seu domínio.

Aquele que fez o céu e a terra e tudo que nela há, não é poderoso para fazer em tua vida infinitamente mais, mais e mais?

Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de ti, que trabalha para aquele que nele espera”. (Isaías 64.4, RA)

“Ó SENHOR Deus! Passaste a mostrar ao teu servo a tua grandeza e a tua poderosa mão; porque que deus há, nos céus ou na terra, que possa fazer segundo as tuas obras, segundo os teus poderosos feitos? Rogo-te que me deixes passar, para que eu veja esta boa terra que está dalém do Jordão, esta boa região montanhosa e o Líbano”. (Deuteronômio 3.24-25, RA).

Mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”. (1 Coríntios 2.9, RA).

Sabe em quem tem crido?

Ore e peça ao Senhor sabendo que:

“E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito”. (1 João 5.14-15, RA). 

Texto: Mônica Vicente.

                                                                                    *RA – Almeida Revista e Atualizada.