Estudo Mulheres Da Bíblia: Ana – Mulher De Oração

“levantou-se Ana, e, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente. E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao SENHOR o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha”. (1 Samuel 1.10-11 – RA).

Elcana tinha duas mulheres: uma se chamava Ana e a outra Penina. Elcana fez uso do direito de casar-se com outra mulher para ter filhos, pois Ana era estéril. Elcana não esperava um milagre de Deus por meio de Ana. A honra da mulher naquela época quando solteira era: a virgindade; quando casada: os filhos. Como Ana era casada e estéril, estava sem honra frente à sociedade.

Sua rival Penina não media esforços para humilhá-la e insultá-la publicamente. Porém Ana guardava seus Lábios.

“Refreia a língua do mal e os lábios de falarem dolosamente”. (Salmo 34.13 – RA)

Ana por este motivo estava deprimida, triste sem vontade de se alimentar e o amor de seu marido não lhe preenchia o vazio.

“… outra a irritava, pelo que chorava e não comia”. (1 Samuel 1.7.b – RA)

Mas Ana não se conformou, não aceitou a sua situação, então tomou posição: de madrugada clamou ao Senhor do seu coração; orou e fez um voto; se tivesse um filho, este seria devolvido ao SenhorANA FEZ CONHECIDO AO SENHOR SUA SÚPLICA.

“Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças”. (Filipenses 4.6 – RA) 

Após encher o seu coração orando a Deus, confiando em Deus; voltou a comer e se alegrou; confiante de que Deus era Poderoso para realizar na sua vida, apesar das circunstâncias dizerem não.

Ela já contemplava com os olhos da fé, o seu voto realizado. ELA CREU QUE JÁ TINHA RECEBIDO SUA BENÇÃO.

Ana recebeu de Deus aquilo que pediu. Samuel, seu filho, foi um dos maiores profetas.  Ela cumpriu seu voto de devolvê-lo ao Senhor. Ana adorou a Deus e fez um cântico ao Senhor. (1 Samuel 2)

A oração mudou o curso da vida de Ana. Deus abençoou Ana com outros filhos, provando sua persistência na fé.

Se você estivesse no lugar de Ana como agiria? Qual é a sua necessidade?

Declare o cântico de Ana:

“O meu coração se regozija no Senhor, a minha força está exaltada no Senhor, a minha boca se ri dos meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. Não há Santo como O Senhor; porque não há outro além de Ti; e Rocha não há nenhuma como o nosso Deus”. (1 Samuel 2.1-2 RA).

Texto: Mônica Vicente. 

*RA – Revista Atualizada.