ESTUDO MULHERES DA BÍBLIA – A Mulher Pecadora

“Jesus, entretanto, foi para o monte das Oliveiras. De madrugada, voltou novamente para o templo, e todo o povo ia ter com ele; e, assentado, os ensinava. Os escribas e fariseus trouxeram à sua presença uma mulher surpreendida em adultério e, fazendo-a ficar de pé no meio de todos, disseram a Jesus: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério. E na lei nos mandou Moisés que tais mulheres sejam apedrejadas; tu, pois, que dizes? Isto diziam eles tentando-o, para terem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia na terra com o dedo. Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra. E, tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão. Mas, ouvindo eles esta resposta e acusados pela própria consciência, foram-se retirando um por um, a começar pelos mais velhos até aos últimos, ficando só Jesus e a mulher no meio onde estava. Erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém mais além da mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?  Respondeu ela: Ninguém, Senhor! Então, lhe disse Jesus: Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais”. (João 8. 1-11, ARA)

A mulher que lemos neste texto foi pega em adultério, em flagrante e a trouxeram até Jesus para constatar qual seria atitude de Jesus em uma contradição legal.

Jesus sabia o que a mulher tinha feito era uma atitude pecaminosa. Jesus ignorou aquele grupo acusador e declarou:

“… Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra”. (João 8.7, ARA).

Aquele grupo foi confrontado em seus pecados, aqueles homens, grandes e pequenos, abaixarem suas cabeças e reconhecendo os seus pecados, por isso virarão as costas para Jesus e foram embora.

Mas, ouvindo eles esta resposta e acusados pela própria consciência, foram-se retirando um por um, a começar pelos mais velhos até aos últimos, ficando só Jesus e a mulher no meio onde estava”. (João 8.9, ARA).

Era está a atitude que Jesus esperava deles?

Hoje é a atitude de muita gente; reconhecem seus pecados, mas não se aproximam de Jesus para serem perdoados.

É fácil apontar os erros dos outros, difícil mesmo é reconhecer os nossos.

Jesus não veio para condenar ninguém, mas veio para salvar, inclusive você que está lendo esta mensagem.

Talvez você esteja cometendo este mesmo pecado. Talvez você pense:

– Não tem mais jeito, não existe mais esperança, não consigo é mais forte do que eu.

Creia em Jesus Cristo:  Ele quer perdoar os seus pecados, Ele Pode lhe transformar uma nova criatura, então basta crer e  se abrir para Ele.

Lembre-se do que Jesus disse para a mulher e diz agora a você:

“… Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais”. (João 8.11, ARA). 

Texto: Mônica Vicente.

*ARA – Almeida Revista e Atualizada.