Dia 87: A parábola do semeador | TODAS AS PALAVRAS DE JESUS

3 […] Eis que o semeador saiu a semear.4E, ao semear, uma parte caiu à beira do caminho, e, vindo as aves, a comeram.5Outra parte caiu em solo rochoso, onde a terra era pouca, e logo nasceu, visto não ser profunda a terra.6Saindo, porém, o sol, a queimou; e, porque não tinha raiz, secou-se.7Outra caiu entre os espinhos, e os espinhos cresceram e a sufocaram.8Outra, enfim, caiu em boa terra e deu fruto: a cem, a sessenta e a trinta por um.9Quem tem ouvidos [para ouvir], ouça.” (Mateus 13.3b–9, NVI).

 

Jesus comunicava-se com as pessoas e principalmente com as multidões que vinham de todos os lugares para ouví-lo através de ilustrações. Essas são chamadas de parábolas. São estórias que carregam um significado por trás: princípios do Reino de Deus.

As ilustrações ou parábolas de Jesus eram enriquecidas por figuras de linguagem como também com situações cotidianas dos ouvintes daquela época histórica, com toda sua cultura. Nessa primeira parábola do capítulo 13 de Mateus, que contém um amontoado de um discurso de Jesus com ilustrações, Jesus faz a comparação do Reino dos céus com o plantio e a colheita. Ao falar com uma sociedade agrícola, certamente que todos tinham o exemplo do plantio muito mais ricos em suas memórias e vivencia que qualquer um de nós que vivemos nas grandes cidades atuais. 

 

E encontramos na parábola: um personagem humano; quatro partes de sementes; um personagem animal no plural: as aves; uma personagem celeste: o sol; quatro locais para as sementes: “beira do caminho”,  “solo rochoso”. “entre os espinhos” e “boa terra”; e apenas um fruto.

Com isso, Jesus estava ensinando que apenas uma quarta parte de toda a semente empregada na parábola produziu fruto, e produziu abundantemente. E com três partes das sementes que não derem fruto, como exemplo iniciais, revelam a dificuldade de semear da maneira correta e cinco adversários para frutificar: beira do caminho, aves, solo rochoso, sol, e espinhos. E revela que para que a semente dê fruto precisa de uma boa terra.

Jesus encerra com a advertência que apenas quem tem ouvidos espirituais consegue compreender a parábola, na qual apenas no dia 89 de “Todas as palavras de Jesus” teremos a explicação dessa parábola.

Oração: Pai em nome de Jesus me faça ter uma boa terra da Semente do SENHOR, e que toda: beira de caminho, aves, solo pedregoso, sol, e espinhos que queiram sufocar a semente do SENHOR em minha vida sejam destruídos. Amém!

Texto e vídeo: Thiago Vicente.*

 

*Thiago Vicente (Instagram: @thigvi) é o idealizador e fundador do MENSAGEM DIÁRIA, Pastor, Reverendo, Teólogo, Professor de Educação Física, Personal Trainer, Especialista em Fisiologia do Exercício, Mestre com “aprovação com louvor” na área de Bíblia, Doutorando na mesma área, plantador de igrejas, casado há 12 anos e tem duas filhas.