DIA 45 – A NECESSIDADE DO TESTEMUNHO

Mateus 8.4b (NVI): “Olhe, não conte isso a ninguém. Mas vá mostrar-se ao sacerdote e apresente a oferta que Moisés ordenou, para que sirva de testemunho”. [1]

 

Nesse episódio da cura do leproso, que vimos na última MENSAGEM DIÁRIA, termina com uma ordem de Jesus ao leproso.

 

Essa ordem, não precisa mais ser cumprida para nós que vivemos na Nova Aliança, porque não estamos mais debaixo da Lei, mas da Graça. No entanto, aprendemos um princípio muito importante.

 

Na Lei, para que um leproso fosse declarado curado, esse tinha que ter a comprovação de um sacerdote (Levítico 14.1-32). Dessa maneira, Jesus queria que o leproso apenas contasse para pessoas o milagre, depois que tivesse o testemunho da cura comprovado pelo sacerdote.

 

Isso demonstra a necessidade do testemunho verdadeiro sobre o que Jesus vem fazer nas nossas vidas. Como o próprio Jesus disse que o Espírito Santo viria sobre nós para sermos testemunhas Dele em todo mundo, é necessário que o mesmo seja verdadeiro, pessoal e íntimo, como aconteceu com o leproso.

 

Oração: Pai, que eu possa sempre testemunhar dos muitos milagres que o SENHOR faz em minha vida para as pessoas, para que creiam no Seu e glorifiquem o Seu Nome. Em nome de Jesus. Amém (João 15.8).

 

 

Texto e vídeo: Thiago Vicente

 

[1] Nova Versão Internacional. (2001). (Mt 8.4). São Paulo: Sociedade Bíblica Internacional.