DIA 26 – OBRAS DE JUSTIÇA!

Mateus 6.1 (NVI): “Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial. [1]

 

A MENSAGEM DIÁRIA continua com ‘Sermão do Monte’, agora no capítulo 6 do Evangelho segundo Mateus.

 

E Jesus começa a nos ensinar sobre duas práticas muito importantes: do amor para com Deus e para com o próximo. No amor para com Deus, Jesus ensinará sobre a oração e jejum, mas primeiro ensina sobre a obras de caridade.

 

No entanto, essas duas ações, Jesus as chama de “obras de justiça”. Jesus usa da mesma palavra que usou com João Batista, que ao seu batizado por ele, ambos cumpririam toda a justiça.

 

Num Reino é essencialmente imprescindível cumprir toda a vontade do Soberano, senão quem não o faz é acusado de traição. Agora, Jesus está nos afirmando que essas “obras de justiça” que fazem a vontade do Pai, não bastam apenas serem feitas.

 

Elas precisam ser acompanhadas da intenção: fazer para homens ou para Deus. Se fizermos para os homens vamos fazer para aparecer e receber aplausos. Se fizermos para Deus, não nos preocuparemos com aplausos ou aparecer.

 

Ao fazermos para Deus sem aparecer, vamos receber o verdadeira recompensa, galardão que vem direto de Deus, o Pai, e ecoa pela eternidade!

Oração: Pai em nome de Jesus, me ensine a praticar as obras de justiça como fruto da minha comunhão contigo, e não como ato religioso para aparecer e mostrar minha espiritualidade. Amém!

 

Texto e vídeo: Thiago Vicente

 

[1] Nova Versão Internacional. (2001). (Mt 5.43–48). São Paulo: Sociedade Bíblica Internacional.