DIA 21 – ADULTÉRIO NO CORAÇÃO

Mateus 5.27-30 (NVI): 27 “Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não adulterarás’. 28 Mas eu lhes digo: Qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração. 29 Se o seu olho direito o fizer pecar, arranque-o e lance-o fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ser todo ele lançado no inferno. 30 E se a sua mão direita o fizer pecar, corte-a e lance-a fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ir todo ele para o inferno. [1]

 

A MENSAGEM DIÁRIA continua no sermão do monte. E Jesus continua dando um novo significado para a Lei: uma lei do coração.

 

Agora, falando especificamente do adultério, Jesus nos revela que qualquer olhar ou pensamento impuro, para com o cônjuge de outra pessoa, ou com qualquer pessoa que não for o nosso cônjuge, já é pecado.

 

Mais uma vez, demonstrando que a raiz de todo e qualquer pecado, é o coração humano (Mateus 15.18-20). Portanto, Cristo vai dar uma ordem expressa, de tudo que pode alimentar o nosso coração com esses desejos impuros, seja cortado de nossa vida.

 

Jesus não nos incentiva a automutilação ou autoflagelação, mas faz uma hipérbole, que é uma figura de linguagem de exagero. Demonstrando que tudo na nossa vida que tenha potencial para ser pedra de tropeço, e nos levar a pecar, poderá nos levar para o inferno.

 

Então, precisamos nos arrepender, confessar o erro, e nos desconectar de tudo que possa nos levar a pecar, e potencialmente nos levar depois da morte para o inferno. Pois, esse lugar é tão ruim, que é melhor perder um olho ou uma mõa na vida presente, que passar a eternidade onde verme nunca morre, onde fogo nunca se apaga, onde há choro e ranger de dentes, e densas trevas (Marcos 9.44,46; Mateus 22.13).

 

Oração: Pai, eu quero confessar todo mal em minha vida que tem me conectado com pecado, e assim entrado em meu coração, e me afastado de Ti e do Reino do céu! Sei que o SENHOR criou o inferno para o diabo e os demônios, e para mim fizeste moradas no céu! Portanto, confesso meu pecado para ser lavado pelo sangue de Jesus, e agora andar na luz. Em nome de Jesus. Amém! (Mateus 25.41; João 14.1; 1 João 1.7-9).

 

Texto e vídeo: Thiago Vicente

 

[1] Nova Versão Internacional. (2001). (Mt 5.27–30). São Paulo: Sociedade Bíblica Internacional.