Desafio da Mudança

O que significa amar a Deus?

É ir a igreja? Ler a Bíblia? Orar todos os dias? Servir algum ministério e vocação?

Tudo isso é muito bom e importante, mas amar a Cristo vai além destes elementos apontados. Pois só fazemos estas coisas por um objetivo básico, amar o próximo.

Como diria o Apóstolo Paulo, sem amor tudo isso será em vão, para isso temos que mudar nossa vida, não pelo melhor emprego, melhor celular, carro… E sim mudar para amar as pessoas.

Isso significa que quando saímos para trabalhar não vamos movidos cheios de ansiedade e correria atropelando todos que passam em nossa frente. Contudo, iremos sem xingar, brigar, respeitando o trânsito, para ser um lugar melhor, um espaço de gentilezas.

E também em nossa casa, ela não é um lugar onde tratamos nossos familiares como coisas, objetos que fazem só o que queremos, quando a ação termina, não tem mais sentido algum. Vamos conhecê-las, respeitá-los, ajudá-los, ouvi-los. Sabendo que eles são mais importantes que o programa da TV, que o Culto de nossa igreja (Lembre-se do exemplo do bom samaritano), do que a conversa fiada no celular e qualquer outra coisa.

E no espaço de nosso trabalho e de nossa escola ou faculdade, não seremos aquela pessoa que está pronta para criticar, falar mal e “pisar” em cima do outro, para sair bem aos olhares alheios. Vamos entender que antes de tudo a pessoa vem primeiro, então a brincadeira, a fofoca e a crítica ficam de lado. Centramos em trazer o bem estar, a alegria, a ajuda, a companhia e amizade as pessoas que convivamos tanto tempo.

Como diz o Apostolo João:

Se alguém declarar: “Eu amo a Deus!”, porém odiar a seu irmão, é mentiroso, porquanto quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não enxerga” (I João 4.20 – KJA)

Para assim não amar só de língua e palavra:

Se alguém possuir recursos materiais e, observando seu irmão passando necessidade, não se compadecer dele, como é possível permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavras nem de boca, mas sim de atitudes e em verdade” (I João 3.17-18 – KJA)

Pois o que revela Cristo nas pessoas são nossas ações, já que nós somos o espelho e reflexo de Cristo, se as pessoas não verem em nós nunca encontrarão a Cristo. Não esse visto em nossos gestos, que são às vezes, arrogantes, nervosos e preconceituosos. Já que Cristo disse:

Assim deixai a vossa luz resplandecer diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos céus.”. (Mateus 5.16 – KJA)

Portanto ser cristão é amar a Deus, é a prática essencial de nossa vida, ou seja para amar a Deus não basta ir a igreja, orar, ler a bíblia, e sim amar as pessoas nos diversos espaços de nossa vida.

Este é nosso principal desafio de nossa vida, não ter bens, carros, promoções, é essa mudança que Cristo nos chama a viver.

E aí quer fazer parte deste desafio?

Ore: Senhor eu aceito este desafio! Quero mudar meus conceitos e tradições impostos por uma sociedade tão egoísta e consumista. Abro o meu coração e mente, venha me transformar. Mude o meu caráter. Em Nome de Jesus eu te peço. Amém!

Texto: Lucas Vicente

*Tradução: King James Atualizada