Chamados Para Servir

“Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (Marcos 10.45 – ACF*)

Vivemos num mundo egoísta. É tudo meu, eu, para mim, tudo conjugado na primeira pessoa. As pessoas não estão interessadas nos outros. Usam das pessoas como objetos para alcançarem seus objetivos. Preferem às vezes, por exemplo, furar uma fila, passando injustamente na frente dos outros, não olhando na cara de ninguém e fazendo o que não é certo contra o próximo.  Um mundo egoísta, gera maldades contra o próximo.

Como o eu vem em primeiro lugar, as pessoas fazem tudo de ruim contra as outras. Mentem, enganam, traem, roubam, ofendem, batem, matam.  

Por isso precisamos mudar olhando para o exemplo de Jesus Cristo.

Pois Ele que é Deus e todas as coisas foram feitas através Dele, deixou o Seu trono de glória, para se tornar ser humano, e como Deus-homem nos servir dando a vida por nós (Fp 2.5-11). Foi a vontade, o chamado de Deus, que Jesus nos servisse.

Além do exemplo de Jesus, Ele nos diz que quando servirmos cumprimos nosso chamado e assim mudamos a realidade em que vivemos, assim como Cristo que serviu a todos,  temos que servir, pois quando servirmos usamos o dom, a graça que o Senhor nos deu,  trazemos para existência deste mundo o Reino do Céus.

Por isso ele nos chama para servir:

1) Amor incondicional:

“A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama o próximo tem cumprido a lei. Pois isto: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não cobiçarás, e, se há qualquer outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. O amor não pratica o mal contra o próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor.” (Romanos 13.8–10 – ACF*).

Quando amamos o próximo como a nós mesmos, não fazemos o mal, e acaba nos levando a também fazer boas obras pelo próximo, servindo. Veja que a ordem do texto: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Primeiro amamos o próximo e depois amamos a nós mesmos.

2) Humildade:

“Quando terminou de lavar-lhes os pés, Jesus tornou a vestir sua capa e voltou ao seu lugar. Então lhes perguntou: “Vocês entendem o que lhes fiz?  Vocês me chamam ‘Mestre’ e ‘Senhor’, e com razão, pois eu o sou. Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros. (João 13.12-14 – NVI*).

Se Jesus nos deu o exemplo de servir, quem somos nós para nos acharmos melhores que os outros e não servir?

Quando servirmos mostramos que somos humildes para trabalhar pelo outro, sem pedir nada em troca.

Portanto o resultado de um mundo de servos é um mundo melhor. Um mundo sem violência, sem adultério, sem brigas, sem mentiras, sem crime, sem corrupção etc. Tudo porque amamos o próximo e não queremos prejudicar ninguém. E usamos todo o amor que temos por nós mesmos e usamos para fazer o melhor pelo próximo. Nossos problemas desaparecem, e um sentimento de satisfação surge.

Sirva as pessoas em casa, no trabalho, na rua, no supermercado, na igreja.

Pois a fé dos dias atuais é egoísta. Por isso na igreja todos são chamamos para servir. Quando não vamos a igreja, não servirmos, procurando uma fé apenas para nós mesmos.

Será que é uma fé verdadeira? Deus quer trazer o Reino Dele através da sua vida, quando você serve ao próximo. Você tem servido?

Texto: Thiago Vicente

*Tradução: Almeida Corrigida Fiel

** Tradução: Nova Versão Internacional