Casamento

“Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea  Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”. (Gênesis 2.19-24).

Desde o princípio, Deus estabeleceu o casamento e a família que Dele surge, como a primeira e a mais importante instituição humana na terra. A prescrição divina para o casamento é um só homem e uma  só mulher, os quais se tornam “uma só carne”.

Sou casada há 32 anos e posso dizer que o meu amor ao meu marido é sem fim, porque nós dois estaremos sempre juntos aqui e na vida eterna.

“Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba…” (1 Coríntios 13.7-8).

Precisamos entender que uma casa edificada na rocha não desaba, mas continua firme inabalável e o casamento é uma construção que a cada dia colocamos um tijolo de amor, de renúncia, de paz, de alegria, de perdão, de oração…

Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade”. (Eclesiastes 4.11).

“Senhor, eu Te agradeço pelo meu casamento. Obrigado porque o Senhor edifica cada dia mais a minha casa. Eu e a minha casa serviremos ao Senhor. Oro no nome de Jesus”.

Texto: Mônica Vicente.