A Marca do Discipulado do Senhor

“Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros”. (João 13. 34-35 – NVI*).

Qual é marca do discípulo de Jesus? Conhecer toda Bíblia? Ser membro de uma Igreja? Ter uma carteirinha de membro? Ser batizado? Ir no monte orar? Qual dessas marcas é a característica mais marcante do crente? Qual a marca do verdadeiro discípulo do SENHOR Jesus Cristo?

A marca do discípulo do SENHOR: Como foi visto no texto acima, não é um dom especial, uma habilidade, e apenas conhecimento, pois nada disso garante a essência do discípulo, indicada por Jesus. Contudo é o fruto do amor, sendo assim, suas ações diárias revelam sua verdadeira imagem como discípulo do SENHOR.

1. Novo mandamento: O SENHOR Jesus Cristo, depois de dar a lição de humildade lavando os pés dos discípulos, mostrando que um discípulo deve ser servo e humilde (Jo 13.1-20), e de estar ensinando os principais valores do Reino, antes da Sua morte e ressurreição, dá este novo mandamento. Assim vida cristão gira em torno do princípio e mandamento por ele estabelecido, em toda e qualquer situação, para então transpor o Reino nesta terra.

2. Amar uns aos outros: Este novo mandamento irá revelar, autenticar, que você é discípulo do SENHOR. Repare que no texto de João 13.34-35, o SENHOR Jesus repete três vezes: “que vos ameis uns aos outros”. O Cristo foi enfático no texto, para que marcasse aqueles que ouvissem. E esta é a verdadeira marca do verdadeiro discípulo: o amor pelo irmão, pelo próximo. O SENHOR disse que nos últimos dias o amor de muitos esfriaria (Mt 24.12). Mas o do discípulo deve permanecer porque senão deixará de ser discípulo.

3. No mesmo nível que o Senhor Jesus amou: Porém você pode dizer que isto não é um novo mandamento, pois este era o segundo principal mandamento: “Amar o próximo como a si mesmo” (Mc 12.31; Mt 22.39; Lc 10.27) conforme já fora ensinado no Antigo Testamento (Lv 19.18).  Contudo vai além, pois agora devemos amar como Jesus amou. Como o SENHOR, nos amou? Dando a vida por nós, vindo para servir e não ser servido, diminuindo a si mesmo, não se exaltando, amando até o fim, sendo humilde, e não amando apenas de boca, falando, mas com ações. Assim devemos amar uns aos outros.

Portanto não podemos deixar amor de Deus em nós ser transformado por um mundo individualista, egoísta e hedonista. No entanto nos voltemos em arrependimento ao SENHOR, para que assim vivemos agora amando uns aos outros, e não mais vivendo segundo brigas, fofocas, discussões, divisões. E sim como o SENHOR Jesus Cristo nos amou, devemos então amar a todos com ações antes das palavras (I João. 3.16-17).

Texto: Thiago Vicente

* Tradução: Nova Versão Internacional.