A caminhada de Isaque, o filho da promessa

Gálatas 4.28 (NVI): 28 Vocês, irmãos, são filhos da promessa, como Isaque.[1]

 

Continuamos com a série de mensagens sobre “a caminhada de fé dos patriarcas”, agora com Isaque. Isaque é o filho da promessa, e como ele podemos ser filhos da promessa de Deus a Abraão.

 

Na caminhada de fé de Isaque, por mais que fosse filho da promessa, começou e passou por inúmeras dificuldades. Os problemas da vida não anulam as promessas de Deus em nossas vidas, apenas são meios para averiguar se nossa fé é suficiente para vivermos o sonho de Deus para nossas vidas.

 

Primeiro, temos que entender a necessidade de um legado, a fé de Abraão não morreu com ele, mas principalmente passou esse legado para seu filho Isaque. Em um tempo de uma fé pop, consumista, imediatista, de entretenimento, só poderemos passar algo substancial para nossos filhos.

 

Abraão passou uma fé substancial para seu filho Isaque de tal forma, que depois de sua morte Deus começou a abençoar Isaque. Mostrando que as promessas de Deus são perpetuadas na herança dos seus filhos.

 

Muito embora, mesmo depois de casado, Isaque começou a enfrentar um gigante que seus pais já tinham enfrentado: a falta de descendência. Isaque se casou com Rebeca, e ela não podia ter filhos, então Isaque sabendo do milagre da vida de seus pais, inovou, não esperou o milagre, mas começou a orar por Rebeca para ela engravidar. Ele foi persistente na sua oração, pois era prova viva do testemunho de seus pais, e continuou orando por anos pelo milagre.

 

No meio tempo, havia a necessidade de Isaque ter um encontro com Deus, uma experiência pessoal com Ele. Na caminhada de fé, não basta termos promessas e bênçãos como Isaque, precisamos conhecer o Deus que servimos, sabendo que hoje o chamamos de Pai e podemos ter intimidade com Ele. Então, Deus aparece para Isaque e reafirma a promessa Dele na vida de Abraão, agora para ele, Isaque.

 

Passando, pelo teste do tempo, depois de 20 anos de oração, a mulher de Isaque, Rebeca, engravida de gêmeos: Esaú e Jacó. Mas como disse anteriormente, as promessas e bênçãos de Deus não vão nos impedir de vivermos problemas em nossas vidas, e desde o ventre os meninos brigavam, pois seriam duas nações distintas, da qual o mais novo superaria a do mais velho.

 

Muitos outros problemas Isaque passou, e assim provando sua fé, agora Deus manda ele ficar em Gerar, e assim lembramos que por mais que sabemos que somos salvos pela graça de Deus mediante a fé, essa fé tem que ter obras, e nossa fé deve ser manifesta em primeiro lugar obedecendo a voz de Deus.

 

Oração: Pai, em nome de Jesus, na caminhada de fé na minha vida, eu sei que passarei por problemas que vão fortalecer a minha fé, e obedecendo a Sua voz, Deus, sei que viverei e permanecerei na sua promessa em minha vida. Amém!

 

Texto: Thiago Vicente

 

[1] Nova Versão Internacional. (2001). (Gl 4.28). São Paulo: Sociedade Bíblica Internacional.

 

*Thiago Vicente (Instagram: @thigvi) é o idealizador e fundador do MENSAGEM DIÁRIA, Pastor, Reverendo, Teólogo, Professor de Educação Física, Personal Trainer, Especialista em Fisiologia do Exercício, Mestre com “aprovação com louvor” na área de Bíblia, plantador de igrejas, casado há 12 anos e tem duas filhas.