70 x 7

 “Então, Pedro, aproximando-se, lhe perguntou: Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe”? Até sete vezes? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete”. (Mateus 18.22)

 70 x 7 = 490 vezes.

O que Jesus quer dizer com esta afirmação? Que devemos contar quantas vezes perdoamos a mesma pessoa, até 490 vezes? E depois ficarmos isentos de perdoar?

O que é mais difícil para nós perdoar ou pedir perdão?

O orgulho é uma arma poderosa que o inimigo impregna nas pessoas. Nenhum dos dois é fácil se considerarmos que estes dois tipos de pessoas que se relacionam terão de concordar em perdoar.

Desde os tempos de Jesus este tema era difícil. Nesta passagem vemos Pedro questionando sobre a forma correta, e quantas vezes poderia perdoar uma mesma pessoa. Talvez você esteja também com esta dúvida. Toda vez que perdoamos a mesma pessoa com certeza pensamos em um número:

 – Mas eu já o perdoei tantas vezes…

Pedro foi rápido nesta resposta:

– 7 vezes Jesus? 

Porque Pedro citou sete vezes? Naquele tempo a tradição dos rabinos ensinava que se deveria perdoar a mesma pessoa até 3 vezes. Então Pedro quis impressionar Jesus ao sugerir que seria mais que o dobro, do ensinado.

Jesus responde:

– 70 X 7 Pedro, ou seja, 490 vezes a mesma pessoa.

É impossível ficarmos contando até atingir este número. O poder do Evangelho é ilimitado. Jesus está mostrando que não é com cálculos que devemos limitar o perdão. Mas Ele está nos dizendo que o perdão é ilimitado.

Quantas vezes Deus já perdoou os nossos erros? Então Ele deveria contar também?

Jesus deixou bem claro a respeito do que devemos pedir ao Pai todos os dias:

“e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores.” (Mateus 6.12).

Assim como Deus nos perdoa, também devemos perdoar. Veja o perdão não é opção é um mandamento de Deus. Um dos princípios do Reino. E se torna claro nos versículos seguintes:

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas”. (Mateus 6.14-15)

 Vamos praticar o perdão em nossa vida, sem contas ou cálculos matemáticos?

Ore a oração do Pai-Nosso, entronizando a vontade de Deus em sua vida e perdoando todos que te ofenderam. Oramos no Nome de Jesus.

Texto: Mônica Vicente.