Rios De Água Viva

“No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. Isto ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele cressem; pois o Espírito até aquele momento não fora dado, porque Jesus não havia sido ainda glorificado” (João 7.37-39).

Eram dias  da festa dos Tabernáculos. Uma das três grandes festas do judeus (sendo a Páscoa e a de Pentecostes, as outras).

Jesus havia subido em oculto para festa, porque os judeus queriam matá-lo. Chegando no último dia, da grande festa, Jesus diz:

“aquele que crer em mim, Rios de águas vivas fluirão do seu interior”.

Era costume dos judeus, todos os dias durante a festa, tirar água do tanque de Siloé, e levar ao templo, para que o sacerdote jogasse a água sobre terra, enquanto cantavam:

“Vós, com alegria, tirareis água das fontes da salvação” (Isaías 12.3).

Então Jesus, afirma ser o Rio de águas correntes, vivas, que flui com salvação para aquele que Nele crê.

Você já tentou nadar contra a correnteza de um rio? Me lembro de quando era adolescente tentava atravessar um rio contra as suas correntes. Era um rio pequeno, e para mim como nadador federado me parecia ser uma tarefa fácil.

Consegui efetuar a tarefa por pouco, e apenas num pequeno trecho, por um pequeno período de tempo.

Portanto, se deixarmos o Rio de Deus, fluir em nossa vida, pela fé em Jesus Cristo, o seu poder levará embora toda tristeza, todo amargura, toda angústia, todo o pecado, todo o egoísmo.

Assim sua correnteza de águas vivas, renovam dia- a-dia, nossas vidas, para a salvação.

Oração: “Pai, no nome de Jesus, eu te peço para fluir em mim, Teu rio de águas vivas. Peço que traga a verdadeira vida em mim, que é a Tua presença, através do Espírito Santo. Amém”.

Texto: Thiago Vicente