"Mas Zaqueu levantou-se e disse ao Senhor: "Olha, Senhor! Estou dando a metade dos meus bens aos pobres; e se de alguém extorqui alguma coisa, devolverei quatro vezes mais". Jesus lhe disse: "Hoje houve salvação nesta casa! Porque este homem também é filho de Abraão. Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido". (Lucas 19:8-10)

A fase final na peregrinação espiritual de Zaqueu foi a entrega de seu ser agora ao Salvador!

O olhar de Jesus se aprofunda a alma de Zaqueu. Neste momento ele explode declara: “Entrementes Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens e se nalguma coisa tenho defraudado alguém Zaqueu diz eu restituo quatro vezes mais.”

Zaqueu encontra aquilo que tanto buscava nas coisas, na riqueza, porém não achava. Foi encontrado por Deus!

Zaqueu abriu o mais íntimo do seu ser para que Jesus curasse toda vergonha, dores profundas, feridas da alma. Jesus devolve a humanidade a identidade de Zaqueu como Filho de Deus.

A alegria efêmera que Zaqueu sentia nas coisas é substituída pelo Espírito Santo. Os olhos de Zaqueu agora se voltam para os pobres e diz: Se nalguma coisa tenho defraudado alguém restituo quatro vezes mais.

Seu olhar agora é para o outro. Servir ao Senhor é servir aquele que tem necessidade. Nessa hora Jesus e o Pai começam a fazer morada dentro de Zaqueu.

Há alegria nos céus: “Digo-vos que assim haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.” (Lucas 15.7)

Jesus declara: HOJE HOUVE SALVAÇÃO NESTA CASA. Aquele que se encontrava perdido foi achado.

Assim como Zaqueu JESUS QUER VIVER EM VOCÊ.

Portanto faça como Zaqueu desça da árvore, do muro queira encontrar Jesus. Abra a porta do seu quarto secreto para que ele possa promover cura, libertação, restituição. Os olhos de Jesus estão te vendo!

O Senhor está prestando atenção em você! Você que estava perdido agora foi achado!

"Pai Amado abro as portas da minha alma lacrada pela vergonha, pelo medo, pelo repúdio, pela dor. Olha para dentro de mim, restaura-me, salva-me de mim mesmo para que eu possa Te servir de todo meu coração e entendimento. Oro no nome de Jesus."

Texto: Mônica Guimarães Vicente.