"Ao saber que Jesus estava comendo na casa do fariseu, certa mulher daquela cidade, uma pecadora, trouxe um frasco de alabastro com perfume e se colocou atrás de Jesus, a seus pés. Chorando, começou a molhar-lhe os pés com suas lágrimas. Depois os enxugou com seus cabelos, beijou-os e os ungiu com o perfume. Ao ver isso, o fariseu que o havia convidado disse a si mesmo: "Se este homem fosse profeta, saberia quem nele está tocando e que tipo de mulher ela é: uma pecadora". Então lhe disse Jesus: "Simão, tenho algo a dizer a você". "Dize, Mestre", disse ele. "Dois homens deviam a certo credor. Um lhe devia quinhentos denários e o outro, cinquenta. Nenhum dos dois tinha com que lhe pagar, por isso perdoou a dívida a ambos. Qual deles o amará mais?" Simão respondeu: "Suponho que aquele a quem foi perdoada a dívida maior". "Você julgou bem", disse Jesus. Em seguida, virou-se para a mulher e disse a Simão: "Vê esta mulher? Entrei em sua casa, mas você não me deu água para lavar os pés; ela, porém, molhou os meus pés com suas lágrimas e os enxugou com seus cabelos. Você não me saudou com um beijo, mas esta mulher, desde que entrei aqui, não parou de beijar os meus pés. Você não ungiu a minha cabeça com óleo, mas ela derramou perfume nos meus pés. Portanto, eu digo, os muitos pecados dela lhe foram perdoados; pois ela amou muito. Mas aquele a quem pouco foi perdoado, pouco ama". Então Jesus disse a ela: "Seus pecados estão perdoados". (Lucas 7: 37-47)

Um encontro pode mudar para sempre nossas vidas, acredito que como eu você pode ter a oportunidade de vários encontros em sua vida, o primeiro encontro com o grande amor de sua vida, o primeiro encontro do nascimento de um filho, entre outros...

Estes encontros podem mudar nossa maneira de ver e de ser, nos transformam, nos dão esperança, fazem-nos mudar perspectivas de ver e viver a vida.

No entanto nenhum deles pode nos levar ao verdadeiro sentido e real propósito e mudança de nossas vidas, um encontro com Jesus!

O Mestre de nossas almas, aquele que morreu e carregou todos os nossos pecados, o Deus que não poupou o seu próprio filho, Ele nos tirou do império das trevas e nos transportou para o Reino do filho do seu amor!

Jesus tem um encontro marcado em algum momento de nossas vidas, para nos dar esta oportunidade de mudarmos para sempre! 

E em um destes encontros duas pessoas no foco do texto tiverem esta oportunidade "a mulher pecadora" e "Simão", só Deus saberá nos dizer se a vida dos dois foi transformada, entretanto sabemos que a mulher foi perdoada e pode viver uma nova vida.

Mas o texto diz que "aquele a quem pouco foi perdoado, pouco ama", será então que devemos pecar muito para ser mais perdoado? Na verdade o texto nos diz que aquela mulher reconheceu que era pecadora e estava ali se derramando e se humilhando, entregando cada parte de trevas de seu coração, de sua vida pecaminosa, mas Simão não estava quebrantado e não se sentia pecador, por isso Deus não tinha o que fazer.

A palavra nos diz que todos somos pecadores, e se dissermos que não temos pecado somos mentirosos, então Jesus tem muito o que perdoar a cada um de nós, Ele poderá nos amar mais, a medida que confessamos e nos humilhamos, pois assim saberá que queremos ser totalmente dependentes de seu amor e de sua graça.

Se humilhe e confesse, você será amado, perdoado e transformado!

Texto: Vivian Cristina Thomazinho Vicente.