Back to Top

Novo Logo Mensagem Diaria

Os Sete Pecados Capitais, O Que São? - Parte I

Publicado: Domingo, 18 Fevereiro 2018 06:34

"pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus" (Romanos 3:23)

OS SETE PECADOS CAPITAIS, o que são?

Em primeiro lugar a lista dos SETE pecados capitais não constam na Bíblia Sagrada. A Bíblia fala das obras da carne em Gálatas cinco, do homem afastado de Deus em Efésios e Colossenses, em Provérbios seis de algumas atitudes que Deus abomina. Mas a Bíblia não fala destes sete pecados capitais. 

Esta ideia nasceu no século IV da era cristã. Ao se oficializar o Cristianismo como religião oficial em Roma cessaram as perseguições aos cristãos, porém as perseguições mundanas haviam chegado a ser um elemento inseparável da vida dos cristãos. Os primeiros cristãos viviam princípios diferentes dos da sociedade daquele tempo. Contudo a promiscuidade passou a ser uma realidade dentro da Igreja. 

Percebendo isso alguns homens fugiram para o deserto no Egito, outros para as montanhas e gradativamente foram formando comunidades de monges; surgindo assim o movimento monástico. 

O monge Evágrio Ponto identifica oito pecados que considerava crimes ou as paixões humanas a saber em ordem crescente de importância: 

ORGULHO, VANGLÓRIA, PREGUIÇA, MELANCOLIA, IRA, LUXÚRIA, AVAREZA, GULA. 

Para Evágrio Ponto os pecados tornavam-se piores a medida que tornava a pessoa mais egocêntrica, com o orgulho ou soberba senda o suprassumo desta fixação do homem em relação a si mesmo. Isso o afastaria do Espírito, que é a sua origem em Deus. 

Um dos discípulos de Evágrio, o monge João Cassiano traz esta lista ao Oriente. No século VI o Papa Gregório I ou Gregório Magno modifica e consolida esta lista clássica que vai ser integrada no catolicismo romano. 

Mais tarde alguns teólogos entre eles Tomás de Aquino analisaram novamente a gravidade dos pecados e finalizaram a lista que só se tornou oficial na Igreja Católica no século XII e integrada no catecismo como os sete pecados capitais a saber: 

ORGULHO, INVEJA, IRA, PREGUIÇA, AVAREZA, GULA, LUXÚRIA. 

Mais recentemente em 2008 o Papa Bento XVI publicou uma nova lista de pecados contemporâneos, do mundo moderno, como pecados sociais: 

A manipulação genética, o uso de drogas, a desigualdade social e a poluição ambiental estão entre os novos pecados capitais que foram agregados aos anteriores.  

A Igreja Católica classifica o pecado em: venial considerado como pecado leve e pecado mortal considerado grave. Mas a Bíblia diz: 

"Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor." (Romanos 6.23)  

Portanto não existe uma classificação de pecado: venial ou mortal. Porque pecados capitais? Capitais porque são pecados cabeça que dão origem a outros. Porque discorrer sobre estes pecados? Esta listagem serve como um gabarito de avaliação da nossa conduta moral e espiritual. Aqueles monges no deserto identificaram os instintos, as paixões do ser humano que se afasta da imagem de Deus e se torna a imagem de uma besta. 

Vamos olhar para esta lista no decorrer destas semanas. Na semana que vem falaremos sobre o primeiro pecado capital: O ORGULHO. 

"Aquele que pratica o pecado é do Diabo, porque o Diabo vem pecando desde o princípio. Para isso o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo." (1 João 3:8) 

Texto: Mônica Guimarães Vicente.

Túnel Do Tempo - Ressuscite

Publicado: Quarta, 14 Fevereiro 2018 07:57

“Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna." (Romanos 6.22 – ARA*).

Uma vez livres, libertos, do pecado pelo poder de Deus, fomos transformados em servos Dele. Porém, não estamos LIVRES do poder do pecado, para fazermos o que quisermos: "ou o que der na telha". Somos livres para quê?

Para viver segundos nossos desejos vontades? Segundo nossa carreira? Nossa família?

Pois, como diz Apóstolo Paulo: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas." (1 Co 6.12 – ARA*)".

No entanto, cabe escolher o que queremos servir e viver, já que o Apostolo Paulo diz:

”E daí? Havemos de pecar porque não estamos debaixo da lei, e sim da graça? De modo nenhum! Não sabeis que daquele a quem vos ofereceis como servos para obediência, desse mesmo a quem obedeceis sois servos, seja do pecado para a morte ou da obediência para a justiça? (Romanos 6.15-16 - ARA*).

Ou seja daquele que obedecemos é dele que seremos servos. Porém o Senhor nos chamou para sermos servos do Reino e de sua Justiça.

Para isso primeiro, devemos entender que nossa vida tem propósito, que Deus direcionou a nós talentos, para que possamos transformar nossa realidade, como Pai, Professor, um amigo, um ajudador, seja qual for espaço social, o Senhor nos chamou para transformá-lo.

Como Mãe que perdoa e ensina seu filho, amigo encoraja o necessitado, discípulo que visita o necessitado.

Segundo, Senhor nos chama para abandonarmos o pecado, a escravidão de vícios, málicas, maldades, prostituição... nos temos que esvaziar de cada um deles presentes em nosso coração. Pois Jesus nos ensina que é do coração que brota de toda maldade.Assim transformação e interna, em nossas práticas. Desde a maneira que falamos com nossos pais, a prática de perdão no trabalho, a não xingar no trânsito, e nem derrubar pessoas no trabalho.

Por fim, praticar o bem, pois se santificar e dar frutos, também, não viver isolado numa pureza monástica, mas esvaziando de seus valores, para que possa ver outro assim ama-lo, visitando quem necessita, ouvindo quem não é ouvido, dando mais tempo as pessoas que nossos compromissos.

Portanto, nossa vida não para ser desperdiçada pelo consumo, pelo prazer de si mesmo, estas coisas são vaidades, que Salomão ensina é impossível alcançá-las, é como correr atrás do vento. O que realmente fica são nossos frutos de amor, paz, esperança... pois estas práticas mudam vidas e até gerações.

Então ore: “Senhor, nos ressuscite, faça novos, faça abandonarmos nosso ego, dirigimos nossa vida não mais para nós mesmo, mas por ti, para vivermos uma vida de proposito, de santidade de justiça, para assim darmos frutos, para assim implantarmos seu Reino, em nome de Jesus, Amém”

Texto: Lucas e Thiago Vicente. 

Tradução: Almeida Revista e Atualizada.

Reforma E O Mundo Moderno - Parte XII (500 Anos Reforma Protestante)

Publicado: Sexta, 26 Janeiro 2018 03:00

ESCRAVIDÃO

  • Wesley, que enviou diversas cartas criticando e clamando a liberdade dos afrodescendentes aos donos de terras. E principalmente Wilberforce, formado numa igreja metodista, qual Wesley o estimulou a manter sua luta contra escravidão, na procura de aprovar a lei de abolição no Parlamento inglês: “​

  • “Que eu busque [em Deus] a sabedoria, e a força, e o poder de persuasão. E ofereça a ele todo o louvor se eu tiver êxito, que diga de todo coração, “Seja feita tua Vontade”. ​

  • Nem Wesley e Wibelforce, conseguirá ver o fim da escravidão, mas eles conseguiram pavimentar o caminho para seu fim em 1833. ​

"Pois aquele que, sendo escravo, foi chamado pelo Senhor, é liberto e pertence ao Senhor; semelhantemente, aquele que era livre quando foi chamado, é escravo de Cristo." (1 Coríntios 7:22 - NVI*)

No dia 30/01 seguiremos com a Parte XIII desta mensagem, não perca!

Texto: Lucas Guimarães Vicente.

*Nova Versão Internacional.

Reforma E O Mundo Moderno - Parte XIII (500 Anos Reforma Protestante)

Publicado: Terça, 30 Janeiro 2018 06:57

METODISMO  E A REALIDADE SOCIAL

  • Wesley enfatizava ainda uso correto da liberdade, pela luta dos direitos socais, para ajuda aos necessitados e condições de trabalho :​
  • “Essa mesma consciência social leva Wesley a assumir atitudes políticas contrárias ao partido Tory em relação à liberdade religiosa, à guerra, ao contrabando, à escravidão, à produção e comércio de bebidas alcoólicas, ao excessivo número de horas de trabalho dos operários nas fábricas, às condições de trabalho, que eram dolorosas e às muitas outras situações semelhantes ”. ​
  • Assim, o metodismo auxiliou na criação dos primeiros sindicatos na Inglaterra, na procura de melhores direitos sociais, contudo sempre utilizando de forma pacifica. Como o Historiador francês Halévy, afirma que o forte impacto do Metodismo na vida dos ingleses, foi o antídoto ao radicalismo do Jacobismo na França.​
  • Como também, ao serviço social aos menos favorecidos, pois Wesley não esperou a ação do governo, para servir os pobres e atender suas necessidades, desde da educação, cuidar dos órfãos, à alimentação os famintos, vestir os pobres, visitar aos presos e enfermos. Já que, acreditava: ​
  • “Os que assim amam a Deus não podem deixar de também amar a seus irmãos, “não só em palavras, mas em obras e verdade (I Jo. 3.18)”​

"Pois aquele que, sendo escravo, foi chamado pelo Senhor, é liberto e pertence ao Senhor; semelhantemente, aquele que era livre quando foi chamado, é escravo de Cristo." (1 Coríntios 7:22 - NVI*)

No dia 03/02 seguiremos com a Parte IX desta mensagem, não perca!

Texto: Lucas Guimarães Vicente.

*Nova Versão Internacional.

Reforma E O Mundo Moderno - Parte XI (500 Anos Reforma Protestante)

Publicado: Terça, 23 Janeiro 2018 03:00

TRANSFORMAR A REALIDADE
  • Para Lutero, uma das funções da pregação é desmascarar a injustiça oculta salvando, assim, a alma dos cristão enganados e abrindo os olhos de autoridades seculares ao seu mandato de estabelecer justiça civil. ​

  • “devemos expor a conduta do magistrado e denunciá-lo, quer ria, quer fique irado. Cristo instruiu que nós pregadores, não retivéssemos a verdade dos que foram investidos com autoridade, mas sim exortássemos  essas  pessoas, repreendendo-as quando houver injustiça”. ​

  • Neste caminho, Wesley postulou que a santificação é um processo também externo, encorajando os metodistas a tomarem parte em uma ampla gama de movimentos pela melhoria das condições sociais.​

"Salva-me, pois a ti pertenço e busco os teus preceitos!" (Salmos 119:94 - NVI*)

No dia 26/01 seguiremos com a Parte XII desta mensagem, não perca!

Texto: Lucas Guimarães Vicente.

*Nova Versão Internacional.

Pagina 1 de 60

sombra1

Copyright © 2011-2015 - Mensagem Diária logosg