"Naquela hora, aproximaram-se de Jesus os discípulos, perguntando: Quem é, porventura, o maior no reino dos céus? E Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles. E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos céus. E quem receber uma criança, tal como esta, em meu nome, a mim me recebe."(Mateus 18.1-5).

Hoje é o dia das crianças. Como é bom lembrar os dias que éramos crianças, sem preocupação, pensando numa brincadeira nova, ou quem iria brincar conosco, ou ainda qual presente ganharíamos neste dia.

Jesus, neste texto do Evangelho de Mateus, nos ensina a voltar a ser criança. Cristo dá tanta ênfase nisto, que adverte:

"Se não nos convertemos e nos tornarmos como crianças, não entraremos no Reino de Deus."

Precisamos cantar esta música "Abraça-me", ao nosso Pai que estas nos céus, dizendo:

Abraça-me, muda meu interior, para que possa amá-lo pelo que És. Quero estar contigo, do Teu lado pelo que Tu és, e não pelo que pode me dar.

Que possamos voltar a ser como crianças, na humildade, na inocência, na sinceridade, na confiança, e poder cantar este louvor de verdade.

Devemos pedir ao nosso Pai, como Jesus nos ensinou:

"Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra? Ou, se lhe pedir um peixe, lhe dará uma cobra? Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?"(Mateus 7.9-11).

Oração: "Pai, me ajude a voltar a ser criança, na humildade, na inocência, na sinceridade. Que possa ficar perto de Ti, óh Pai, Te abraçar e não sair da Tua presença. Me ajuda a me converter desta forma, para poder fazer parte do Reino dos Céus. Em nome de Jesus. Amém".

Texto: Thiago Vicente