"E, tendo dito isto, clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora! Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir." (João 11.43,44)

Dentro deste universo de tantas vozes e falas... A última voz é aquela que devemos ouvir todos os dias. Uma voz tão poderosa que alcança a morte!

O coração de Lázaro começou a bater novamente!

Apenas uma palavra e meu servo será curado... Uma palavra e seu marido, filho, pai, mãe...serão salvos. Apenas uma palavra!

JESUS OROU AO PAI PORQUE O PAI OUVE NOSSAS ORAÇÕES!

E Lázaro todo enfaixado saiu pela porta do sepulcro. Agora para Marta, Maria e Lázaro o choro, as tristezas passaram acabou o funeral. Agora é festa, alegria, e vida em abundância.

Vamos desligar das pessoas que amamos os laços malignos através da oração, desligar de tantas vozes contrárias ao Senhor.

Não seja um discípulo temeroso como Tomé. Não questione o poder de Deus como Marta. Adore a Deus como Maria. Veja o agir de Deus nas pequenas coisas.

Agradeça olhando para o céu e declarando : Pai graças te dou porque me ouviste. Aliás eu sabia que sempre me ouves: Coloque diante do Senhor o nome daquele(a) que se encontra morto nos pecados deste mundo tenebroso e agradeça pela sua ressurreição em uma nova vida em Cristo Jesus.

“Mas a ação libertadora de Jesus implica em nossa prática libertadora: Desamarrar as pessoas de todos os laços que as prendem a uma situação de morte. Assim estaremos continuando o que Jesus fez, afim que todos tenham vida abundante.” (STORNIOLLO)

Amém.

Texto: Mônica Guimarães Vicente.