Back to Top

Novo Logo Mensagem Diaria

Túnel Do Tempo - Estarei Sempre Presente

Publicado: Quarta, 18 Abril 2018 08:13

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim” (João 14:1).

Nossos olhos seguem a realidade material, a realidade humana, que muitas vezes e vista, crua e impietuosa.

Um olhar que só indentifica os problemas, as dores, as magóas, as percas.

Nosso coração é o nosso tesouro diz a palavra (Mateus 6:21), um mestre versado no Reino sabe que deve conter no seu coração (Mateus 13:52). Porque a realidade transposta em nosso coração será a ótica que exergamos o mundo.

Por isso Cristo nos ensina a não desviar ou tubar o nosso coração com as coisas materias, que rodam sobre nossas mentes, tentando nos desviar do foco e do caminho.

Mas devemos Crer em Deus, Crer naquele nunca vai nos abandonar. Pois é Aquele que tem todo o poder acima da Terra e do Céu. Que não importa a situação que estivermos, seja no meio do fogo de uma tribulação ou numa tempestade de brigas, Ele estará Sempre Presente.

Portanto o poder real de Deus em nossas vidas não pode ser visto como um milagre, como algo sobrenatrual, mas natural daqueles que se fazem presentes do Seu Reino.

Ore agora: “Senhor lhe peço, que limpe o meu coração de toda tribulação e valor mundano, assim possa viver por meio da fé em Ti. No nome de Jesus Amém”.

Marche!

Publicado: Domingo, 28 Janeiro 2018 07:18

"Disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. E tu, levanta o teu bordão, estende a mão sobre o mar e divide-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco." (Êxodo 14.15,16 - ARA*)

Este era o cenário em que os filhos de Israel se encontravam: à sua frente o Mar Vermelho, na retaguarda Faraó e seus seiscentos carros com capitães sobre todos eles.

Diante dos desafios da vida; qual é a sua atitude? 

Os filhos de Israel diante desta situação protestaram arrependidos de serem libertos do cativeiro de 400 anos no Egito. Moisés, o libertador daquele povo respondeu: “Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do Senhor que hoje, vos fará...” (vs 13). 

Deus mandou o povo marchar! E deu uma ordem a Moisés: “.. levanta o teu bordão, estende a mão sobre o mar e divide-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco”. Levante as suas mãos em oração, tome o teu bordão; que é a Palavra de Deus. 

Hoje temos o sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, o grande libertador! Que se compadece das nossas fraquezas e intercede por nós a destra de Deus Pai Todo Poderoso. 

Marchar diante dos desafios, problemas, das perseguições, é fé! Não adianta questionar, reclamar, murmurar.... Marche!  

"Obrigado Senhor, pois Tu és a minha força e o meu cântico, portanto eu Te louvarei. Ainda que esteja em meio a dificuldades a Tua mão direita me sustenta para marchar e vislumbrar o Teu livramento. Oro no nome de Jesus."

 Texto: Mônica Guimarães Vicente.

*Almeida Revista e Atualizada.

Remir O Tempo - Parte Final

Publicado: Terça, 02 Janeiro 2018 09:14

“15 ​Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, 16 ​remindo o tempo, porque os dias são maus”. (Ef. 5.15 e 16)

Desta forma, remir o tempo é quando entendemos nosso sentido, damos significância, valor a nossa existência, como professores que aprendem a admirar a formação dos seus alunos, pois são nestes momentos que identificam a beleza de ensinar. Porque neste instante, que é possível ver nascer nos semblantes dos alunos, o brilho como de belos diamantes, a claridade de sua realidade, de sua verdade e sentido, se formando. A cada instante que passa mais eles são lapidados, maior é o seu brilho, contudo, a lapidação é dolorosa, continua e resiliente, porém o seu conforto é o seu fruto.

Como do Herói Ulisses, que após vivenciar a maior batalha da antiguidade, a de Tróia, ainda teve que passar 10 anos em busca de voltar para casa, vencendo os desejos com Calipso, os mares tumultuosos de Poseidon, os encantamentos fantasiosos de uma bruxa e até os adversários em sua própria casa. Tudo porque sabia que era, qual era seu propósito.

Porém maior heroísmo não está contido numa epopeia clássica, todavia na construção da nossa própria história, este é verdadeiro ato heroico, para isso precisamos lembrar quem realmente somos, quem realmente gostaríamos de ser. Assim podemos escrever nossa história, um conto que nenhuma cantiga ou história da antiguidade a modernidade poderá expressar maior virtude.

Pois a vida, como descreve muito bem Shakespeare na obra Otelo, tem seus diversos “Iagos”, que tentam envenenar nossos caminhos, de tal forma, que podemos acordar com as mãos dos destroços de nossas  “Desdêmonas”, ou do nosso sonho.

Por isso, é necessário todos os dias, acordar e despertar, e dar valor ao nosso tempo, anotando em nossos coração o sentido de nossa alma,  e assim não perdendo nosso propósito, não esquecendo quem realmente somos, para não acordarem numa tarde de domingo, ao término de uma noite de verão, se reconhecer nossos próprios corações. 

“Tempo voraz, corta as garras do leão, E faze a terra devorar sua doce prole; Arranca os dentes afiados da feroz mandíbula do tigre, E queima a eterna fênix em seu sangue;Faze aquilo que quiseres, Tempo fugaz” (Soneto XIX)

Texto: Lucas Guimarães Vicente.

Pagina 1 de 40

sombra1

Copyright © 2011-2015 - Mensagem Diária logosg