"E, assim como trouxemos a imagem do que é terreno, devemos trazer também a imagem do celestial". (I Coríntios 15.49 - ARA*)

Olhemos para o espelho da nossa vida, e qual imagem refletimos: de Adão ou de Cristo?

Naturalmente quando nascemos, trazemos no nosso DNA, a imagem de Adão: desobedecendo a Deus; dando desculpas; se afastando de Deus; colocando a culpa nos outros; e tentando com as nossas próprias obras nos aproximar de Deus.

No entanto, quando nascemos do alto, de Deus, pela fé em Jesus Cristo, nos tornamos uma nova criação, e dentro de nós, Cristo passa a morar.

Assim, podemos refletir a imagem de Deus: amandoo próximo; perdoando a todos; tendo comunhão com o Pai; sendo cheios do Espírito Santo; fazendo a vontade de Deus completa; e revelando o Senhor Deus e Pai para o mundo!

Não podemos dar desculpas, e dizer porque somos descendentes de Adão, vamos fazer o que a carne quer! Temos que morrer de tal forma para a imagem de Adão, que crucificamos a vontade humana, e ressuscitamos para fazer unicamente a vontade do Pai que nos é revelada pela Palavra de Deus e pelo Espírito Santo, e que nos faz refletir a imagem de Cristo para todo o mundo! Amém!

Texto: Thiago Guimarães Vicente.

*ARA - Almeida Revista e Atualizada.