“Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar”. (Deuteronômio 6:5-7 - NVI*)

Pais vocês precisam existir para as crianças, elas precisam enxergá-los, como alguém que as ajude, alguém que dê importância e significado para elas.

As coisas em nossa casa muitas vezes chegam no limite, tudo fora do lugar, assim percebemos um alerta vermelho, precisamos parar e entender o que está acontecendo, precisamos parar e reconhecer o que está havendo em nosso interior, para assim podermos compartilhar com nossa família, o mesmo time, um ajudando e reconhecendo os limites e respeitando as falhas, pedindo perdão e perdoando!

Lembre-se estamos todos vivos, aprendendo, ensinando, somos aprendizes uns dos outros! PARE E RESPIRE!

Vamos respirar Fundo?
ORE: "Pai nos ensine e nos ajude a sermos bons pais".

Retirado do vídeo: Existir para as crianças (Psicóloga Daniella Freixo Faria).

Texto: Vivian Cristina Thomazinho Vicente.

*Tradução: Nova Versão Internacional.