"Quanto mais você fala, mais perto está de pecar; se você é sábio, controle a sua língua." (Provérbios 10.19)

O livro de Provérbios ensina uma regra simples:

Reduzir as palavras, por causa do risco de pecar com os lábios!

Mulheres tem a tendência de exprimir em palavras tudo o que vem a mente! É o famoso jargão popular: Toma lá, dá cá!

Muitas vezes você não desperdiçou horas revendo as palavras que falou...?

Tipo: “Como eu queria não ter dito aquilo” “Porque eu disse?”

Se refrearmos a língua de falar inutilmente não teríamos de nos preocupar com aquilo que dissemos. O falar vaidade!

“Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” (Tiago 1:19)

Fale menos! Ouça mais!

Quanto mais você fala sem ponderar as palavras se tornam desnecessárias e muitas vezes agressivas verbalizando o pecado que tenazmente assedia a BOCA GRANDE!

“As palavras da boca do sábio são cheias de graça, mas os lábios do tolo o devoram.” (Eclesiastes 10:12)

Não se deixe devorar por palavras torpes, estas geram a morte!

"Pai Amado coloca um anjo na porta dos meus lábios para não pecar com a língua. Que as palavras do meu falar sejam com o destilar de favos de mel. Ensina-me a ser pronta para ouvir e tardia para falar. Em nome de Jesus."

Texto: Mônica Guimarães Vicente.