Back to Top

Novo Logo Mensagem Diaria

Estudo Mulheres Da Bíblia - A Mulher Que Perdeu Uma Dracma

"Ou, qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la?" (Lucas 15:8 - NVI*)

Esta é a segunda das três parábolas, neste capítulo de Lucas, com as quais Jesus fala do amor de Deus por cada pecador individualmente.

Jesus conta a história de uma mulher que tinha perdido uma de suas dez moedas de prata, cujo valor era um dia de trabalho. No tempo de Jesus estas moedas eram usadas como enfeite na cabeça e representavam as economias da noiva, ao perder uma moeda ela estaria perdendo uma parte de seu dote. 

Jesus dá uma ênfase especial a atitude desta mulher, no sentido que todas as mulheres fariam a mesma coisa. Uma pergunta que nos faz refletir... 

A vida cristã é uma caminhada, durante esta caminhada estamos muitas vezes sujeitas a perder “algumas dracmas” por darmos valor indevido a esta aliança que o Senhor estabeleceu conosco. 

Esta mulher varreu a casa imediatamente. Quando limpamos um cômodo da nossa casa que estava entulhado de coisas velhas, percebemos como aquele cômodo era espaçoso e que poderíamos aproveitá-lo melhor. 

Precisamos nos esvaziar de todos conceitos e preconceitos que adquirimos ao longo dos anos, todo lixo, sujeira que carregamos como peso morto. Para que possamos encontrar o propósito de Deus, aquilo para o qual fomos chamadas! 

O ponto principal desta parábola é o zelo, o cuidado de buscarmos o que se perdeu. Nossa alma muitas vezes é cauterizada pelo pecado e perde a fé, o amor, a alegria, a mansidão, a esperança. 

O que você perdeu mulher? Renove sua aliança com o Senhor!
"Pai Amado peço perdão por tantas coisas que tomaram o lugar da Tua palavra no meu coração. Ajuda-me a ser uma mulher diligente que ama os Teus mandamentos e preceitos. Graças pela Tua palavra que é a lâmpada para os meus pés e luz para meus caminhos. Oro no nome de Jesus."

Texto: Mônica Guimarães Vicente.

*Nova Versão Internacional.

Túnel Do Tempo - Entre Na Contramão

"Não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12:2 - *ACF)

Sim, parece mesmo loucura tentar viver de forma avessa aos padrões atuais do mundo em que vivemos, é triste admitir, mas os valores estão invertidos, o que era errado já não parece mais tão errado, o que antes era justo e correto, agora é taxado de “careta”.

Infelizmente essa é a imagem que o mundo tenta nos passar, mas não podemos deixar ser coagidos por estes valores, precisamos fazer a diferença.

Pois é como estarmos em um lugar, onde todos estão de vermelho e apenas uma pessoa está de branco, essa que fugiu dos padrões é notada e é isso que precisamos fazer, precisamos ser notados, não por uma roupa ou símbolos, mas precisamos ser luz demonstrando em atitudes os valores do Reino de Deus, pois muitos estão no escuro e ainda não se deram conta, por isso precisamos acender as nossas lâmpadas.

"Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus." ( Mateus 5:14-16 - *ACF)

Resplandeça a luz de Cristo que é a palavra de Deus.

"Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho." ( Salmos 119:105 - *ACF)

Ore: “Senhor abre os meus olhos para a tua vontade que é boa perfeita e agradável, ajuda-me a ser luz aos que necessitam, encoraja-me, pois eu quero levar a tua presença comigo por onde eu andar, quero fazer a diferença e nunca mais andar em meio a escuridão, ensina-me a ser luz, em nome de Jesus Cristo, Amém."

Texto: Maxwell Heber.

*Tradução: Almeida Corrigida e Revisada Fiel.

Esforço - Parte II

“24Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só é que recebe o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. 25 E todo aquele que luta, exerce domínio próprio em todas as coisas; ora, eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, nós, porém, uma incorruptível. 26 Pois eu assim corro, não como indeciso; assim combato, não como batendo no ar. 27 Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à submissão, para que, depois de pregar a outros, eu mesmo não venha a ficar reprovado”. (I Coríntios 9.24 – 27 – ARA*)

Então, quando pensamos em controlar nosso corpo para a direção do reino, não significa algum tipo de ascetismo, que, por que, por desprezo, reduz o corpo à submissão. Retratando I Cor 9.24-27, como subsídio. Porém a expressão do verso 27 “esmurro o meu corpo, e o reduzo à escravidão”, do texto paulino, é na verdade uma expressão grega comum para ressaltar a disciplina de um competidor. O seu sentido era, ter seu corpo sob controle, e o dirige em direção a um alvo de acordo com a sua própria vontade. 

Ter este modelo disciplina não é algo fácil, por isso o apóstolo Paulo indica dois elementos básicos para sua formação, são necessárias a moderação (2 Tm 4:5) e o exercício (1 Tm 4:7). 

A. Moderação: tem significado ser controlado e sereno de espírito estando livre da influência de agentes tóxicos. Desta forma primeiro, não deixarmos nem as aflições, tribulações e dificuldades tirar nosso caminho e propósito, fazendo tomarmos atitudes impensadas, como descontroladas, na nossa força e no nosso jeito. (2 Tm 4.5) Ao invés de sóbrio, mediante a reflexão e princípios da palavra de Deus tomarmos nossas decisões. Segundo, vigiarmos nossa mente, para que ela não seja apegada ao sono do egoísmo, do prazer, religiosidade, apagando nosso entendimento da fé, antes estejamos sempre acordados, pronto a refletir toda e qualquer situação. (1 Ts 5.6 – 8; 1Pe 1.13, e 5.8)   

B. Exercício: Tem um significado de exercitar vigorosamente, por qualquer meio, o corpo ou a mente, para discernir o bom do mal (Hb 5.14). Como fruto do Espirito, no sentido, reorientar a maneira de pensar, agir e reagir. (Hb 12.11). Sendo assim, este exercício da mente e da alma, pode ser tanto para criar nova mentalidade do Reino, como para o pecado, para o egoísmo, materialismo, tudo depende de como temos nos exercitado. (2 Pe 2.14; Gl 5.17). Onde a oração e meditação são instrumentos fundamentais para inclinarmos nossa natureza para o espírito e a vontade do Reino. (Mt 26.41, Ef 5.26, I. Pe 3.21). 

Portanto, esforçarmos para adentramos ao Reino é termos nosso corpo sob controle, e o dirigi-lo em direção a um alvo, Cristo e o Reino. Esta direção é construída segundo o Apóstolo Paulo, mediante a formação contínua do uso da moderação e do exercício. 

Texto: Lucas Guimarães Vicente.

*Almeida Revista e Atualizada.

A Vida Diária nos Tempos de Jesus

Jesus viveu a maior parte de sua vida em Nazaré, já que tinha voltado do Egito por volta de 6 a 9 anos. Já que não sabemos ao certo qual foi a data da Morte de Herodes o Grande, se foi no ano 1 d.C. ou no ano 4 d.C. Sendo assim Jesus viveu cerca de 24 a 21 anos na cidade de Nazaré na Galileia. A região da galileia segundo o Arqueólogo Horsely havia em torno de mais ou menos 200 aldeias de em média 300 habitantes, diferindo dos escritos de Josefo que demonstrava que havia 238 cidades. Nesta região haviam duas grandes cidade Tiberíades e Séforis, a primeira construída por Antipas e a segunda reconstruída com toda glória que uma cidade romana poderia ter. E mais três ou quatro pequenas cidades, como Cafarnaum.

Leia mais aqui

Estudo das Mulheres da Bíblia

Vamos comparar em um relacionamento marido e mulher. Quanto mais o casal se conhece, mais vai tendo intimidade, sabe como agradar ao parceiro. E na vida com Deus como funciona? Digamos que da mesma forma. Quanto mais nos esforçamos para conhecê-lo mais intimidade com Deus teremos e saberemos qual a sua vontade, o que lhe agrada e o que lhe entristece.

Porém precisamos nos esforçar para conhecer a Deus para avançarmos em nosso relacionamento com ele. Muitas vezes reclamos que não ouvimos a sua voz mas nem sequer paramos para conversar com Deus, ou ás vezes só falamos e falamos e não paramos para ouvir o que ele tem a dizer.

Leia mais aqui

 
 

sombra1

Copyright © 2011-2015 - Mensagem Diária logosg